Boa Tarde, hoje 24/11/2017 - 13:45:39
 

Artigo Semanal

29/09/2017

Poder: De Rondônia a Rocinha - A crise da segurança pública brasileira

 

Imagem (Reprodução/Balanço Geral)

 

Estourou no Rio de Janeiro na sexta-feira (22), mais um capítulo do colapso da segurança pública no país. Segundo notícias da Globo News o comando para o desencadeamento do novo caos que atingiu as vidas de burgueses e favelados, para manter tudo na mais mesquinha comparação, partiu de um presídio federal do norte do país. Presídio onde está o traficante Nem que comanda a narco-democracia na favela da Rocinha. 

 

Pode parecer surreal, mas Nem está preso em Rondônia. No presídio federal de segurança máxima em Porto Velho. O caos na segurança é tanto que perdeu-se o controle até dos presídios que deveriam privar de qualquer vínculo com o mundo do crime os bandidos mais perigosos do Brasil. 

 

O ministro da defesa Raul Jungmann alegou em entrevista ao Jornal das 10 da Globo News que o governo federal prevê a construção de mais cinco presídios federais já a partir de 2018. 

 

É claro e notório que para além da política partidária e da corrupção a pauta da segurança pública já passou da hora de entrar na agenda de discussões absoluta e extremamente importantes da sociedade. 

 

Não a velha discussão feita de contratar policiais, como prender, como punir. A pauta deveria ser mais abrangente, falar sobre as fronteiras, o uso efetivo das forças armadas, exército, marinha e aeronáutica. 

 

Passou da hora de o Brasil acordar e ver que para garantir os outros direitos é necessário primeiro garantir a segurança. Está mais que na hora do tal gigante voltar a levantar. 

 

 

 

Jefferson Carvalho Potter

 
Publicidade