Bom Dia, hoje 11/12/2017 - 4:35:51
 

Vice de Trump chega ao Japão para debater questão norte-coreana

18/04/2017   10:49

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, e o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, durante encontro em Tóquio - 18/04/2017 (Eugene Hoshiko/AFP)

 

Antes de encontrar o premiê Shinzo Abe, Mike Pence afirmou que trabalhará com os japonenses por solução pacífica dos conflitos com os norte-coreanos

 

Por Da redação

 

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, chegou nesta terça-feira ao Japão para uma visita oficial de dois dias, onde os recorrentes testes armamentísticos realizados pela Coreia do Norte devem ser foco da agenda política.

 

Antes de um almoço de trabalho com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, em Tóquio, Pence reafirmou o compromisso americano com parceiros da Ásia no combate à ameaça norte-coreana. “A era da paciência estratégica acabou e, apesar de todas as opções estarem na mesa, o presidente Trump está determinado a trabalhar próximo do Japão, da Coreia do Sul, de todos os nossos aliados na região e da China para atingir uma solução pacífica”, afirmou o vice.

 

Tóquio também espera que as reuniões sirvam para “aprofundar as relações econômica e de segurança” e para coordenar políticas para “a nova fase de ameaça que entrou o desenvolvimento nuclear e de mísseis de Coreia do Norte”, de acordo com declarações feitas hoje pelo ministro porta-voz do Executivo, Yoshihide Suga.

 

Veja também

MundoVice dos EUA diz que acabou a paciência com a Coreia do Nortequery_builder17 abr 2017 - 06h04

MundoLançamento de míssil da Coreia do Norte fracassaquery_builder15 abr 2017 - 20h04

MundoEspecialistas se surpreendem com mísseis da Coreia do Nortequery_builder15 abr 2017 - 18h04

 

Como parte da pauta sobre as ameaças na região, Pence deve discutir com os japoneses sobre formas de pressionar a China para aumentar sanções contra o país de Kim Jong-un. Na segunda-feira, o Departamento de Estado americano declarou que o gigante asiático enviou “sinais positivos” ao governo de Trump de que irá aumentar limitações econômicas em relação à Coreia do Norte para que abandone o desenvolvimento de armas nucleares.

 

O ministro das Finanças, Taro Aso, por sua vez, disse que tratará com Pence sobre cooperação econômica e a criação de um “quadro que pode servir de modelo para outros países da região”, embora tenha afirmado que o acordo comercial bilateral não estará sobre a mesa, afirmou ao jornal Nikkei.

 

Na quarta-feira, o vice planeja realizar uma visita à base marítima de Yokosuka, de onde Japão e Estados Unidos realizaram manobras militares conjuntas e onde está estacionado permanentemente o porta-aviões americano USS Ronald Reagan. Pence se deslocará novamente para a capital para assistir um fórum com empresários e posteriormente para base de Atsugi onde prosseguirá com sua excursão pela região, em viagens a Indonésia e Austrália.

 

 

 

 

Veja.Abril (Com EFE)

 

 

 


 
Publicidade