Bom Dia, hoje 11/12/2017 - 4:39:37
 

Selfie de policiais com “157” repercute mais que a própria prisão do chefe do tráfico da Rocinha

06/12/2017   16:14

Foto: Rede Social

 

O lema do chefão era: “Jesus é o dono do lugar”

 

Uma megaoperação das forças de segurança prendeu nessa quarta-feira (6) o traficante Rogério Avelino da Silva (Rogério 157), no entanto, as selfies dos policiais com o preso repercutiu mais que a própria prisão do chefe do tráfico da favela da Rocinha no Estado do Rio de Janeiro. Uma recompensa de R$ 50 mil reais estava sendo oferecida por informações que levassem ao seu paradeiro, inclusive tinha como lema: “Jesus é o dono do lugar”.

 

A prisão foi efetuada em uma residência na favela do Arará da Zona Norte do Rio de Janeiro e no momento da abordagem, “157” estava deitado e apresentou nome falso. Contudo, ao ser desmascarado pelos profissionais de segurança tentou oferecer propina para não ser preso. A recusa foi evidente, mas o excesso de selfies com o traficante repercutiu tanto nas redes sociais que será alvo de investigação pela Corregedoria Secretaria de Segurança Pública.

 

O Rogério 157 ganhou projeção nacional no mundo do crime ao romper com o ex-patrão, Antônio Bonfim Lopes (Nem) que está preso na Penitenciária Federal em Porto Velho. No mês de setembro teve início a uma guerra entre os grupos ligados aos dois “chefões”, inclusive sendo necessário o apoio das Forças Armadas para garantia da lei e da ordem na comunidade. Com a prisão, os rivais comemoraram com salva de tiros.

 

 

 

 

 

 

Autor: RONDONIANOAR


 
Publicidade