Boa Noite, hoje 20/04/2018 - 19:51:59
 

Guerreira de cinco anos que lutava pela vida vem a óbito no Hospital Cosme e Damião

03/01/2018   18:25

Imagem/Reprodução (Alertarolim)

 

Mãe foi morta pelo namorado que havia ateado fogo nas duas filhas e foi encontrado morto

 

Kathyele de Jesus de cinco anos de idade, a criança que lutava pela vida feita uma verdadeira guerreira veio a óbito no final da noite de terça-feira (2) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Infantil Cosme e Damião em Porto Velho. A mãe Selma Alves havia sido morta no mês de outubro pelo “namorado” Idair dos Reis Maria, de 44 anos. Posteriormente, ateou fogo nas filhas menores de idade ao deixá-las presas dentro de um veículo e foi encontrado morto.

 

O crime horrendo que chocou os rondonienses teve início com a morte da genitora na data provável de 29 de outubro, após cometer o homicídio levou as filhas da vítima para uma região da Zona Rural de Rolim de Moura e lá trancou as crianças dentro do veículo, em seguida ateou fogo e empreendeu fuga. A menina de 7 anos conseguiu retirar a irmã mais nova e foram encontradas com hematomas devido ao espancamento, inclusive com queimaduras graves quando foram socorridas por militares do Corpo de Bombeiros.

 

O corpo de Selma Alves foi encontrado no dia 30 de outubro em uma residência no município de Santa Luzia do Oeste (RO), enquanto o de Idair dos Reis Maria foi localizado em estado de decomposição no dia 31 há cerca de 700 km de onde havia ateado fogo nas crianças em Rolim de Moura. A Polícia Civil apontou que o responsável por toda essa barbaridade havia morrido com um tiro no ouvido, inclusive com suspeita de ter tirado a própria vida diante de tamanha repercussão do caso.

 

Kathyele e a irmã foram internadas no Hospital Infantil Cosme e Damião e vinham passando por diversos procedimentos, a fim de terem a saúde restaurada. Todavia, o diretor da Unidade Hospitalar, Daniel Pires informou que uma intercorrência clinica no final da noite de terça-feira causou uma parada cardíaca irreversível. A equipe plantonista tentou reanimá-la por 50min, no entanto, o organismo não reagiu e ela veio a óbito. A criança de 7 anos permanece internada, inclusive inspirando todo cuidado.

 

O Delegado da Polícia Civil, Renato César Morari expressou a tristeza da Corporação através de uma postagem no facebook ao comentar a morte de Kathyele. Com tristeza e pesar, deixou registrado no seu perfil na rede social: “A sua morte nos pegou de surpresa, pois era a que melhor estava reagindo ao tratamento. Neste momento de dor e consternação, só nos cabe pedir a Deus que ilumine e dê paz, e dê conforto à sua família para que possa enfrentar esta imensurável dor com serenidade”.

 

 

 

 

 

 

 

Autor: RONDONIANOAR


 
Publicidade