Boa Tarde, hoje 25/09/2018 - 13:51:58
 

Presidente da Ameron apresenta as estruturas do Judiciário aos estudantes da rede pública do interior de Rondônia

21/06/2018   16:28

 

“É com imensa felicidade que recebo os estudantes da cidade de Espigão do Oeste, comarca onde iniciei minha trajetória na magistratura rondoniense e faz recordar as minhas origens quando cheguei ao Estado há mais de vinte anos”, foram com essas palavras que os alunos do ensino médio da Escola Estadual 7 de Setembro foram recepcionados pelo presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia (Ameron), desembargador Alexandre Miguel. Os estudantes viajaram mais de 500 km com destino à Porto Velho para conhecer as estruturas e o funcionamento do Poder Judiciário e na ocasião acompanharam uma sessão de julgamento de recursos no segundo grau.

 

Com a proposta de desenvolver atividades teóricas e práticas na disciplina eletiva “Política e Politicalha”, inserida na grade curricular de Sociologia, os estudantes do interior tiveram contato com informações sobre todas as fases de tramitação das ações processuais em diversos ramos do Direito como Criminal, Cível, Administrativo e Tributário. O diretor de Modernização e Aperfeiçoamento Institucional da Ameron, juiz Johnny Gustavo Clemes, explicou didaticamente aos alunos o significado de alguns termos jurídicos utilizados nas ações processuais, a importância legal de haver o julgamento de recursos e a toda a composição da Corte.

 

Para a professora Luziana Furtado, a visita ao Judiciário proporcionou maior enriquecimento de informações aos estudantes, aliando a teoria e a prática. “Nós estamos trabalhando com os três Poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário, onde no final do mês haverá a eleição do Prefeito, Vice-Prefeito e onze Vereadores da Escola. Os alunos criaram até as alianças partidárias como os Partidos do Fundão, da Merenda, dos CDFs e Social Estudantil. A experiência está sendo incrível”, comenta a docente.

 

Convidada para integrar o projeto de forma voluntária, Lirvane Storchi, acredita que a visita vai facilitar o aprendizado do grupo. “Pelo rosto dos alunos, eu percebi que eles ficaram muito empolgados e entusiasmados. Isso tudo é novidade para eles e vemos como a alegria se manifesta no semblante de cada um. Daqui sairão futuros advogados ou legisladores e estamos trabalhando para que isso ocorra”, afirma.

 

Se depender dos estudantes, a previsão da voluntária Lirvane Storchi está caminhando para acontecer, pois o estudante do 2º ano do ensino médio, Vinicio Nogueira Farias, 17 anos, pretende cursar Direito para se tornar advogado, delegado federal ou magistrado. “Comecei a gostar do mundo jurídico porque meus parentes são advogados e acompanhando o trabalho deles senti a vontade de seguir a carreira. Com essa visita de hoje parece que quando você gosta de alguma coisa, você vai gostando ainda mais. Adorei as estruturas do prédio e é algo que nunca tinha visto antes. Essa é a minha primeira vez em Porto Velho fazendo uma visita a um local que jamais imaginei entrar com a idade que tenho, agora espero retornar aqui como advogado ou desembargador”, revela o estudante.

 

A visita também despertou o interesse em seguira a carreira jurídica na aluna do 3º ano do ensino médio, Alice Stange, 17 anos. “Após essa visita já pude ter a certeza do que eu quero para o meu futuro. É muito prazeroso conhecer as atividades do Judiciário e o que mais me chamou a atenção foi a trajetória para se tornar juiz. Não é nada fácil chegar aonde eles chegaram como, por exemplo, se tornar um desembargador. A pessoa precisa passar por várias etapas como se formar em Direito, depois é exigido ter prática jurídica, prestar o concurso público para juiz. Toda essa dedicação que eles têm e o tempo para alcançar o cargo me marcou bastante. É algo muito difícil, mas para quem é juiz deve ser apaixonante”, destaca a estudante que pretende prestar no futuro o concurso para ser defensora pública.

 

 

 

 

Fonte: Ascom/Ameron

 


 
Publicidade