Boa Noite, hoje 24/09/2018 - 20:02:26
 

Maurão de Carvalho destaca força do setor produtivo, ao participar de exposição em Espigão do Oeste

09/07/2018   18:32

 

Parlamentar discutiu com produtor de leite as demandas de segmento que tem crescido em Rondônia

 

A força do setor produtivo, responsável direto por impulsionar a economia de Rondônia, gerando emprego e renda, foi destacada pelo presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho, que é pré-candidato ao Governo do MDB, ao participar no fim de semana da 16ª edição da Exposição Agropecuária de Espigão do Oeste (Expoeste).

 

Ele foi recebido pelo vice-prefeito, Waltinho Lara (PSDB) e pelo presidente da Associação Rural de Espigão do Oeste, Valdir Heinzen. O deputado percorreu estandes, conversou com produtores, expositores e a população local. Ele concedeu entrevistas às emissoras de rádio locais, reforçando o compromisso em estimular o agronegócio em Rondônia

 

"As exposições não são apenas eventos festivos, mas acima de tudo um espaço de negócios, de inovações tecnológicas, informações e de troca de experiências entre quem atua no setor produtivo, que é a mola mestra de nossa economia", disse Maurão.

 

Leite

 

Chamou a atenção do deputado a presença de matrizes da raça girolando, com aptidão para a produção de leite. O produtor Edenilson Bueno, de 38 anos, que cria a raça em sua pequena propriedade de apenas sete alqueires, no KM 04 da linha 200, em Ouro Preto do Oeste, expôs parte de seu plantel e repassou informações sobre o potencial produtivo do seu gado.

 

"Faz cinco anos que trabalho com vacas girolando e quanto mais prática no manejo do rebanho vou pegando, mais leite estou produzindo. As vacas dão de 30 a 32 litros de leite, bem acima da média. Mas, tenho rês que coloco em torneios que passa dos 60 litros. Para se ter uma ideia, no verão passado, com 20 vacas produzindo, eu tirava mais de 600 litros ao dia", relatou Edenilson.

 

A melhoria genética, junto com o manejo adequado da pastagem, observou Maurão, são decisivos para aumentar a produção leiteira e o lucro. "O leite garante uma boa renda e produzir mais, garante um lucro melhor", completou.

 

Bueno disse que, quando iniciou a troca das vacas comuns por matrizes leiteiras girolando, foi chamado de "doido" por parentes e vizinhos. "Eu comprei vaca pelo triplo do preço das que eu possuía. Mas, o passar do tempo mostra que eu estava certo: é melhor ter cinco boas vacas leiteiras, bem cuidadas, do que ter 20 vacas comuns, que mesmo bem alimentadas, não vão produzir muito".

 

O presidente disse ainda que é preciso estimular que as pessoas continuem produzindo, pois o setor é responsável pela maior fatia da economia rondoniense. “Quanto mais gente produzindo, mais emprego, renda e recursos geram. Hoje, em muitos casos, é mais rentável tocar uma pequena propriedade do que trabalhar de empregado, por exemplo”, finalizou Maurão.

 

 

 

 

Fonte: Assessoria 

 

 

 


 
Publicidade