Boa Noite, hoje 21/10/2018 - 20:11:12
 

Investimento: Após 10 anos praticamente estagnado, 58% das escolas do Município atingem meta do IDEB

05/09/2018   21:10

A elevação é resultado das intervenções massivas que a administração Hildon Chaves vem fazendo na educação em Porto Velho

 

Em apenas oito meses de gestão do prefeito Hildon Chaves, 58% das escolas da rede municipal de ensino de Porto Velho atingiram o índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) estipulado pelo MEC, após praticamente 10 anos de estagnação. O resultado do IDEB relacionado a 2017 foi divulgado na segunda-feira, 3. Quando se compara o rendimento de 2017 em relação ao ano de 2015, houve um avanço de 81%.

 

Os dados mostram que seis escolas do Município já ultrapassaram em 2017 a meta do IDEB prevista para 2021, que é 6,0. São elas - José Augusto da Silva (6,40), Bom Jesus (6,20), 13 de Maio (6,20), Antônio Ferreira da Silva (6,10), Belezas do Buriti (6,0), Cor de Jambo (6,0) e Guadalupe (6,0). Duas delas, José Augusto e 13 de Maio, são do distrito de Extrema, localizado cerca de 260 Km da capital Porto Velho.

 

“Isto é motivo para comemorarmos”, declarou o prefeito Hildon Chaves, enquanto avaliava os números apontados pelo MEC, frisando, porém, que o Município precisa continuar progredindo para que uma quantidade maior de escolas ultrapassem a meta do IDEB no próximo ano, que é de 5.5. “Para tanto, vamos continuar investindo pesado na educação básica”, garantiu. Ele atribui essa ascensão da educação na capital às diversas intervenções que estão sendo feitas nessa área em sua gestão.

 

Uma das primeiras medidas adotadas pelo gestor municipal logo que assumiu a Prefeitura foi aumentar o valor dos recursos repassados às escolas, elevando de R$ 5,50 por aluno para R$ 9,00. Hildon Chaves criou ainda o Proafen 2ª Forma, por meio do qual contempla as instituições de ensino do Município com recursos para investir em reformas, evitando, assim, que os diretores continuassem na dependência financeira da Secretaria Municipal de Educação (Semed) para executar esses pequenos serviços.

 

Merenda escolar

 

A merenda escolar foi outro ponto priorizado pela administração. Neste caso, o Município transfere o dinheiro para as escolas e estas adquirem as mercadorias diretamente das empresas (secos e molhados), e frutas e verduras dos produtores rurais. Todo o processo é feito de forma transparente através de carta convite. “Nenhum ser humano consegue raciocinar se estiver com fome, especialmente a criança. Elas precisam estar nutridas para aprenderem o conteúdo, por isso a merenda escolar é tão importante”, observou.

 

Formação continuada

 

Foi dado atenção especial também à formação continuada dos professores e gestores escolares. “Nunca se investiu tanto no corpo docente do Município como nessa administração”, disse o chefe do Executivo Municipal. Ele citou a parceria fechada com a Fundação Lemann para qualificação desses profissionais. Inicialmente, a fundação realizou um diagnóstico para verificar os pontos positivos e negativos e daí montar a grade para formação. “Temos ainda capacitação específica para os professores de Português e Matemática”.

 

Avalia Porto velho

 

Por fim, o prefeito citou uma das medidas, na sua opinião, mais importantes adotadas em sua gestão, que é o sistema “Avalia Porto Velho” para mensurar o aprendizado dos estudantes. Dessa forma, os alunos fazem uma prova de Português e Matemática no mesmo estilo da Prova Brasil, a qual avalia a aprendizagem dos alunos ((IDEB). Por meio do resultado do “Avalia Porto Velho”, a Semed pontua as deficiências das crianças nessas duas disciplinas para sanar o problema. No ano passado, a avaliação foi realizada em junho. Professores e gestores tiveram formação exclusiva para atuarem com esse sistema de avaliação. “Esse trabalho contribuiu decisivamente para melhorar o índice do IDEB”, afirmou Hildon Chaves.

 

Em 2019, haverá novas intervenções para que os alunos obtenham resultados cada vez mais elevados no IDEB. De acordo com o prefeito, os estudantes que obtiverem nota baixa no “Avalia Porto Velho” terão aula de reforço no próximo ano. “Dessa forma, eles chegarão preparados para fazer a Prova Brasil, que é realizada em novembro”, observou.

 

Entenda o que é o IDEB

 

IDEB é o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, criado em 2007, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino. 


O IDEB funciona como um indicador nacional que possibilita o monitoramento da qualidade da Educação. Para tanto, o IDEB é calculado a partir de dois componentes: a taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep. 


As médias de desempenho utilizadas são as da Prova Brasil, para escolas e municípios, e do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), para os estados e o País, realizados a cada dois anos. As metas estabelecidas pelo IDEB são diferenciadas para cada escola e rede de ensino, com o objetivo único de alcançar 6 pontos até 2022, média correspondente ao sistema educacional dos países desenvolvidos.

 

 

 

Fonte: Comdecom/PMPV

 

 

 


 
Publicidade