Bom Dia, hoje 06/06/2020 - 10:03:00
 

Jornalismo da UNIR checa informações de degradação do Cemetron

21/05/2020   14:44

 

Da: Assessoria

 

Fotos circularam em redes sociais e no WhatsApp indicando que o Cemetron não teria condições de receber vítimas da Covid-19. Não é bem assim...

 

Na segunda-feira (18) a Iniciativa Aruana de Checagem levou ao ar um texto sobre as condições da estrutura física do Cemetron, o Centro de Medicina Tropical de Rondônia, após fotos e vídeos da unidade de saúde circularem em redes sociais. As imagens passaram a ser divulgadas na semana passada, e logo atingiram um grande número de pessoas. O caso chamou a atenção, pois muito se questionou sobre o preparo do Cemetron para receber pacientes durante a pandemia do novo coronavírus.


Diante da situação, a jornalista Cadidja Medeiros, egressa do curso de Jornalismo da UNIR, reuniu o material disponível e publicou no site de checagem as conclusões sobre o caso denunciado após ter apurado a situação. O texto está disponível no seguinte endereço: http://www.checagem.unir.br/noticia/exibir/11384.

 

Para chegar a uma conclusão foi necessário recorrer ao Tribunal de Contas Estadual (TCE) de Rondônia, e também foram acessadas informações junto ao próprio Cemetron. Todo o material necessário para analisar o que circulou nas redes foi enviado à jornalista responsável pela análise. Em seguida, o resultado foi publicado no site da Aruana, onde o processo de checagem e o resultado da podem ser lidos na íntegra. Ainda que as fotos sejam atuais, não retratam todos os fatos, que foram esclarecidos durante a checagem.

 


 

A Aruana

 

Composta por alunos, ex-alunos e professores do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Rondônia, a Iniciativa Aruana de Checagem tem analisado notícias que circulam em Rondônia, ou que falam sobre casos que aconteceram dentro do estado, para chegar a conclusão se o que foi publicado é fato ou fake. As checagens já realizadas podem ser acessadas em www.checagem.unir.br, e contribuições e sugestões devem ser enviadas para checagem@unir.br.

 

 

 

Imagens: reprodução/Aruana

 

 


 
Publicidade