Boa Tarde, hoje 29/10/2020 - 13:53:51
 

Formatura comemora 38 anos de criação da Polícia Militar

26/11/2013   17:36

 

Uma solenidade de formatura comemorou na manhã dessa terça-feira (26/11) os 38 anos de criação da Polícia Militar do Estado de Rondônia, no Comando Geral, em Porto Velho. Houve entrega de medalhas de mérito do Forte Príncipe da Beira aos homenageados, a cerimônia de encerramento do Curso de Operações Especiais com a participação do governador Confúcio Moura, Secretário de Segurança, Marcelo Bessa e do Comandante Geral da PM, coronel Paulo César de Figueiredo.

De acordo com o comandante da Polícia Militar o governador ao assumir a administração do Estado determinou o atendimento das principais reivindicações dos policiais que naquele momento eram os aperfeiçoamentos de oficiais e praças. Nesse sentido houve investimentos por parte do governo na formação, aperfeiçoamento e valorização de policiais militares.

O governador enalteceu a corporação considerando os relevantes trabalhos em prol da sociedade rondoniense, mesmo correndo risco de vida ao enfrentarem a criminalidade para manter a ordem. Enfatizou que pretende valorizar mais tropa, principalmente com relação a novos equipamentos e na formação profissional, tendo em vista o fortalecimento da corporação.

Histórico Criação
Com a Criação do Território Federal do Guaporé (atual Rondônia) o coronel  Aluízio Ferreira, necessitando de uma organização para a manutenção da ordem e mão de obra na execução de trabalhos públicos, baixou o Decreto nº 1 de 11 de fevereiro de 1944 criando a Guarda Territorial, corporação de caráter civil.

O governador Humberto da Silva Guedes, tendo em vista o estabelecido na Lei nº 6.270 de 26 de novembro de 1975, cria a Polícia Militar de Rondônia. “É considerada extinta, a partir desta data, a Guarda Territorial de RONDÔNIA, criada pelo Decreto nº 1 de 11 de fevereiro de 1944”.

Aos Guardas Territoriais “fica assegurado o direito ao ingresso na Polícia Militar, de acordo com o Decreto nº 835 de 23 de junho de 1977, como pessoal militar ou civil, bem como o reaproveitamento em outras áreas da Administração do Território, em cargos compatíveis”.


 

Fonte: RONDONIANOAR

Autor: RONDONIANOAR


 
Publicidade