Boa Tarde, hoje 20/10/2020 - 14:17:34
 

Governo e sindicalistas negociam acordos para acabar com a greve do Detran

10/12/2013   15:17

 

“Nunca avançamos tanto e fomos tão massacrados como agora”, foi o desabafo do gerente de Recursos Humanos da Superintendência Estadual de Administração, Michel Saraiva na reunião da Comissão de Negociação na tarde desta segunda-feira (09) com membros do Sindicato dos Servidores do Detran. Segundo Michel, nos três últimos anos o Governo concedeu aos servidores benefícios e correções que não se via há muito tempo.

Os servidores do Detran paralisaram parcialmente as atividades desde o dia 18 de novembro. É a segunda greve realizada neste ano. Mesmo com a implantação do Plano de Carreiras, ocorrida em 2012, a categoria alega desvio de função, falta de pessoal, falta de estrutura física e de manuais de procedimentos, entre outras reclamações. 

O presidente do sindicato, Carlos André de Sarmento, disse que o último concurso do órgão não atendeu  a necessidade e que é preciso  um novo certame contemplando todos os cargos que estão descobertos e sendo supridos por servidores de outras funções. “Não podemos compensar os anos passados de perdas nestes três anos de governo”, lembrou o gerente de Recursos Humanos da Searh, Michel Saraiva. Ele destacou que “os avanços obtidos pelos servidores do Detran na atual administração foram consideráveis”. 

A gratificação do trânsito, considerada pelos servidores como uma das mais importantes da autarquia, e que só é dada a servidores efetivos e que permanecem no quadro, é a principal reivindicação. O Sindicato quer a isonomia da mesma, com todos os servidores fazendo jus ao mesmo valor.  

O Estado está no limite da Lei de Responsabilidade Fiscal e não pode assumir despesas adicionais com pessoal. Em função disso, a mesa de negociação propôs em primeiro lugar conhecer em detalhes a pauta de reivindicações para, a partir de então, elaborar propostas que contemplem a isonomia sem onerar a folha de pagamento - reduzir o teto e aumentar o valor da base. 

Quanto ao concurso público, o procurador do Detran, Eliabes Neves, informou que já está em andamento, embora não contemple de imediato a quantidade de vagas pleiteadas, mas que ao longo de sua duração, primeiro de dois e depois de quatro anos poderá melhorar muito a questão de pessoal. 

Participaram da reunião, além de sindicalistas do Detran, servidores representando o Estado: Cristiano Nascimento, da Secretaria do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog);  Domingos Francisco, da Secretaria de Finanças  e Adriana Porto, assessora executiva do Detran, além de Michel Saraiva e Eliabes Neves.   

 

Fonte: DECOM/RO


 
Publicidade