Bom Dia, hoje 22/10/2020 - 0:54:10
 

Singeperon mantém estado de greve com possível deflagração se em 20 dias suas reivindicações não forem atendidas

30/01/2014   02:56

 

O Singeperon (Sindicato dos Agentes Penitenciários, Socioeducadores, Técnicos Penitenciários e Agentes Administrativos Penitenciários de Rondônia) resolveu na assembleia deliberativa realizada pela categoria no final da tarde de quarta-feira (29/01) manter o estado de greve, com possível deflagração se em 20 dias suas reivindicações não forem atendidas. Essa decisão se deu em virtude do prazo estipulado pelo governo do estado de 45 dias a contar dessa quinta-feira, ocasião em que ocorrerá uma reunião com a diretoria do sindicato e representantes do governo.

De acordo com a decisão da maioria dos servidores presentes nesse encontro, os representantes sindicais irão apresentar suas demandas e a pauta de reivindicações, caso não sejam resolvidas no dia 17 de fevereiro irão realizar outra assembleia para decidirem sobre o movimento paredista. Nesse sentido a categoria permanecerá em estado de greve e cobrando do governo a solução das questões que forem colocadas na mesa de negociação.

Porte de armas

Na oportunidade também foi discutida a insistência do executivo estadual em tentar impedir no judiciário a permissão do porte de armas para os agentes penitenciários. O presidente da entidade, Anderson Pereira afirmou: ”isso é triste e revoltante e só desgasta o governo, pois a sociedade apoia nosso movimento de defesa à vida, a nossas famílias e são a favor que portemos armas pra nos defendermos”.

O governador entrou com uma ação no Tribunal de Justiça e o mesmo arguiu a inconstitucionalidade da lei, pois possuem essa competência no estado, ao mesmo tempo entrou com uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) no STF (Supremo Tribunal Federal), no qual se aguarda o julgamento dessa liminar. Segundos os agentes há uma revolta interna com essa atitude do governador, pois se mobilizaram e contribuíram para sua eleição ao governo do estado, mas faz parte da luta, porque a luta não é feita só de vitórias, também há tem derrotas.

Mesmo com essa decepção por parte do governador, os agentes continuam confiantes que sairão vitoriosos, porque o projeto a nível nacional está tramitando com celeridade na Câmara Federal, pois já passou nas comissões de segurança e na de constituição e justiça. O próximo passo é seguir para o plenário e posteriormente ao Senado Federal, acreditando que no máximo até o meio do ano tudo estará resolvido e os agentes poderão ter o direito de portar uma arma particular devidamente autorizada pelo estado.

Urso panda

Anderson também revelou que a unidade prisional Urso Panda está hoje em evidencia pela quantidade de presos e pelo nível de perigo que apresentam para a sociedade, porque a grande maioria já lideraram rebeliões, estiveram em presídios federais e fazem parte de facções criminosas.  Isso realmente preocupa e a falta de efetivo e de condições de trabalho é gritante, não somente lá, mas em todo sistema prisional.

“O executivo tem que fazer uma força tarefa urgente e espremer da onde não tem para investir mais no sistema penitenciário, caso contraio, a bomba poderá explodir e a gente não quer isso, não queremos que a sociedade sofra, porque sabemos que mães e pais têm filhos lá dentro. Sabem que eles erraram e estão pagando pela pena, sendo necessário sair lá de dentro vivos, então nos temos essa preocupação e é por isso que trabalhamos dessa forma, tentando prevenir o que já aconteceu no passado” finalizou Pereira.

Pauta de reivindicações

Dentre as reivindicações que serão reiteradas na reunião dessa quinta-feira com representantes do executivo estadual destaca-se a contratação imediata dos concursados de 2010, o fim do banco de horas (cumprimento 16 horas de serviços nos dias de folga da semana e o retorno imediato do pagamento de insalubridade para todos). Confira abaixo a pauta na íntegra:

Fonte: RONDONIANOAR

Autor: RONDONIANOAR

 


 
Publicidade