Boa Tarde, hoje 20/10/2020 - 14:00:17
 

CES Rioterra e Sedam lançam projeto Quintais Amazônicos

31/01/2014   21:06

 

O projeto vai beneficiar a agricultura familiar e produtores rurais de assentamentos em RO

Projeto que beneficiará mais de seis mil pessoas ligadas a agricultura familiar em Rondônia inicia suas atividades em fevereiro.

O Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia - Rioterra realiza na terça-feira (04/02), às 8h, na sede da Sedam, a cerimônia de lançamento do projeto “Quintais Amazônicos”. O projeto é resultado dos esforços conjuntos dos parceiros: Secretaria de Desenvolvimento Ambiental (SEDAM); Prefeituras de Itapuã do Oeste, Cujubim e Machadinho; Universidade Federal de Rondônia (UNIR); Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio); Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia/INPA; e Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária/INCRA.

O evento, que terá a participação do governador do Estado, Confúcio Moura, marca o início das ações que tem por objetivo apoiar agricultores familiares e assentados da Reforma Agrária no Estado de Rondônia, residentes nos municípios de Itapuã do Oeste, Cujubim e Machadinho D`Oeste. Ao todo serão beneficiados mais de 6 mil pessoas.

Com apoio financeiro do Fundo Amazônia, administrado pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o “Quintais Amazônicos” é um projeto idealizado pelo Centro de Estudos Rioterra para, em quatro anos de atividades, promover o desenvolvimento de Sistemas Agroflorestais (SAFs) para a recuperação de áreas desmatadas e geração de renda a partir do plantio e da realização de pesquisas de culturas selecionadas e adaptadas ao tipo de solo e clima da região.

Entre as principais metas estão distribuir mais de um milhão de mudas de espécies florestais e frutíferas aos produtores rurais desses municípios, recuperar 500 hectares de áreas degradadas ou alteradas, apoiar à regularização ambiental de propriedades mediante a realização do Cadastramento Ambiental Rural para agricultores familiares e promover cursos de capacitação voltados a geração de renda a mais de 600 pessoas.

A secretária da Sedam, Nanci Maria Rodrigues, explicou que para a execução do CAR (Cadastro Ambiental Rural) será utilizada as ferramentas da instituição  (SIMLAM TÉCNICO), por isso foi assinado em junho do ano passado, um Termo de Cooperação entre a Secretaria e o Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente – Rioterra. “Esta é mais uma parceria que estamos fazendo para agilizar o processo de regularização ambiental do Estado”, acrescentou.

“São metas estratégicas e integradas entre si para garantir a recuperação de áreas alteradas a partir da inserção de práticas economicamente atrativas aos produtores e ambientalmente sustentáveis. O projeto ainda permite que as propriedades sejam regularizadas ambientalmente a partir do cadastramento ambiental rural. As ações visam melhorar a vida desses produtores rurais, com acesso a crédito, geração de renda e segurança alimentar”, complementa Alexis Bastos, coordenador de programas do CES Rioterra.

 

Fonte: Assessoria 

 


 
Publicidade