Boa Tarde, hoje 29/10/2020 - 14:48:10
 

Operação 8666 e Pau-Brasil encerram esquema de desvio de verbas públicas

20/05/2013   13:56

 Porto Velho/RO- A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (20/5) nos municípios de Guajará-Mirim/RO e Nova Mamoré/RO, duas operações no combate ao desvio de recursos públicos por meio de fraudes em licitações.

A primeira operação, denominada 8666, teve início em meados de 2012. Um grupo de empresários, em conluio com políticos, alguns servidores e ex-servidores da Prefeitura Municipal de Guajará-Mirim/RO, vinha fraudando licitações, especialmente em relação às reformas do Posto de Saúde Carlos Chagas e da Creche Municipal, financiadas com recursos do Projeto PROINFÂNCIA, do Governo Federal. Entre os investigados, destacam-se, também, três policiais civis do estado, advogados, engenheiros, arquitetos e empresários.

A outra operação, Pau-Brasil, revelou que alguns dos empresários envolvidos na Operação 8666 vinham também fraudando licitações realizadas pelo Instituto Nacional de Reforma Agrária -INCRA. As investigações desenvolvidas em parceria com a Controladoria Geral da União -CGU, descobriram fraudes em contratos de obras localizadas no Assentamento Pau-Brasil no município de Nova Mamoré/RO, com envolvimento de servidores públicos federais.

Estão sendo cumpridos em Guajará-Mirim e em Porto Velho 19 mandados de prisão e 25 mandados de busca e apreensão, todos expedidos pela Justiça Federal.

Nas duas operações participam 120 policiais federais dos estados de Rondônia, Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, além de 13 servidores da CGU, de vários estados.

Haverá hoje (20/5) entrevista coletiva às 11h na sede da Superintendência Regional PF em Rondônia, que fica na Avenida Lauro Sodré 2905, Porto Velho/RO.

Fonte: PF/RO

Autor: Assessoria Institucional


 
Publicidade