Boa Tarde, hoje 20/10/2020 - 14:35:37
 

RURAL SHOW: Ensiladeiras beneficiarão milhares de famílias de produtores leiteiros

23/05/2013   13:47

 

O governador Confúcio Moura entregará nesta quinta-feira (23), na abertura da 2ª Rondônia Rural Show, no Parque de Exposições de Ji-Paraná, diversos conjuntos de máquinas ensiladeiras e plantadeiras para municípios da região central do Estado. Os implementos agrícolas são importantes para fortalecer a produção de leite de milhares de produtores da agricultura familiar.

Serão contemplados, nesta solenidade, os municípios de Ouro Preto do Oeste, Ji-Paraná, Presidente Médici, Alvorada do Oeste, Urupá, Teixeirópolis, Nova União, Vale do Paraíso e Mirante da Serra. Em todo o estado, o Governo da Cooperação entregará 100 máquinas ensiladeiras e 50 plantadeiras, para todos os 52 municípios rondonienses, beneficiando cerca de nove mil famílias de produtores leiteiros.
 
Os equipamentos são importantes para a produção de silagem, utilizada no complemento alimentar dos bovinos, em especial durante os meses de seca amazônica. “Com essas máquinas, os produtores terão um importante aliado para manter a produção de leite durante a estiagem, numa das maiores regiões produtoras do país”, diz o secretário de Desenvolvimento Econômico e Social (Sedes), Emerson Castro.
 
24 milhões de litros
 
A produção de leite em Rondônia cai cerca de 30% nos meses de seca. “A produção média diária é de 5 litros na estação chuvosa e cai para 3,5 litros em média durante os meses de estiagem”, explica o Coordenador de Apoio à Produção (Codep/Sedes), José Paulo Ribeiro Gonçales.
 
Com as ensiladeiras e plantadeiras, o Governo do Estado prevê um acréscimo de 24 milhões de litros de leite durante os quatro meses de estiagem. “A formação de silagem é importante para garantir a nutrição animal de forma equilibrada, mantendo a produção de leite sem alterações”, diz José Paulo.
 
As plantadeiras são apropriadas para o plantio de milho de sorgo e outros grãos, enquanto as colheitadeiras de forragem ou ensiladeiras, como são mais conhecidas, são capazes de colher até 20 toneladas por hora, resultando numa produção de 100 toneladas por dia de material para silagem, considerando uma média de cinco horas diárias.
 
Na produção de silagem, cada hectare de milho forrageiro poderá alimentar 10 animais por um período de aproximadamente 100 dias no ano. Cada ensiladeira poderá colher matéria-prima suficiente para alimentar mais de 1.330 animais – considerando um consumo médio de três toneladas, por cabeça - durante os quatro meses de seca.
 
Todos os municípios serão beneficiados com os implementos, sendo que alguns serão operacionalizados pelas prefeituras através das respectivas secretarias municipais de agricultura e por associações de produtores rurais devidamente assistidos pela EMATER-RO.
 

Fonte: ASCOM/SEDES

Autor: Sandro André

 


 
Publicidade