Bom Dia, hoje 22/10/2020 - 0:49:23
 

Aberta Semana Ambiental em Rondônia com foco no desenvolvimento sustentável

04/06/2013   01:59

 

Uma semana de convocação à grande virada para com incentivo ao desenvolvimento sustentável para tirar Rondônia do ranking dos Estados que mais desmatam no País. Foi assim que o governador Confúcio Moura definiu a programação que o Governo da Cooperação realiza, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), até a próxima quarta-feira (5), em alusão à Semana do Meio Ambiente, cujo Dia é comemorado anualmente em 5 de junho. Na abertura do evento, na manhã desta segunda-feira (3), sob o tema “O Meio Ambiente e a Gestão Ambiental de Resíduos: Produção e Consumo Sustentável”, foi assinado Termo de Cooperação com o Centro de Estudos da Cultura e do Meio Ambiente da Amazônia (Rioterra) e ao final entregues Placa e Diploma “Amigo do Meio Ambiente” a várias personalidades civis e militares.

 

Como parte da Semana Ambiental, acontece a Expo Eco Sedam com atividades diversificadas nesta terça e quarta-feira, a partir das 8h, aberta ao público, em especial estudantes. A programação inclui filmes socioambientais, arvorismo, rapel, exposição dos equipamentos militares utilizados na proteção, conservação e preservação da Amazônia; exposição e comercialização de artesanato regional, apresentação da maquete da separação dos resíduos sólidos no tratamento da água, exposição de artes em pneus, demonstração da fabricação da borracha nativa, circo, teatro, caminhada ecológica e palestras.

De acordo com a titular da Sedam, Nanci Rodrigues, as homenagens foram prestadas a pessoas e entidades que contribuíram de alguma forma com a redução dos impactos ambientais no Estado. Ela citou como exemplos o governador Confúcio Moura, que tem incentivado e buscado meios para tirar Rondônia do rol dos que mais desmatam e queimam; além do procurador federal do INSS, Ricardo Leite, que em 2011, início da gestão Confúcio Moura, se colocou à disposição da Sedam para massificar as campanhas de combate a queimadas juntamente com a jornalista da Sedam, Marilza Rocha, envolvendo vários voluntários, entre eles todos os veículos de comunicação. 

O resultado, segundo ela, foi a redução de 51% dos focos de queimadas em 2011, refletindo positivamente nas unidades de saúde, que também tiveram reduzido o número de pacientes, sobretudo crianças, com problemas respiratórios; e também não houve registro de fechamento de aeroportos por falta de teto acarretada pela fumaça, um fato inédito nos últimos 10 anos, conforme argumentou a secretária. Já em 2012, tendo em vista a pouca adesão à campanha, o índice de redução em junho caiu para 12% em relação ao mesmo período do ano anterior. A proposta agora, segundo Nanci Rodrigues, é buscar o maior número possível de adesões à campanha que acontece nestes quatro meses de maior incidência de queimadas.

O governador lembrou, que durante a campanha eleitoral de 2010 assumiu o compromisso de estruturar o corpo técnico de servidores da Sedam, com a criação do Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS), para evitar a descontinuidade das ações desenvolvidas sempre que mudam os gestores. Com a estruturação já concretizada, Confúcio pediu urgência para a abertura do concurso público. “Espero que esta semana seja diferente dos demais anos, pois hoje os próprios produtores têm consciência de que não dá mais para se desmatar. O desmate hoje ocorre mais por posseiros, daí a importância da regularização fundiária”, disse o governador, lembrando que os conflitos por terra e as queimadas geraram reclamações da presidente Dilma Rousseff, não apenas contra Rondônia, mas também contra os governos de Mato Grosso, Pará e Amazonas.

Ele ainda destacou a necessidade de se preservar rios, como o Guaporé, que está sendo invadido pela plantação de soja; além da implementação de políticas sobre a destinação dos resíduos sólidos, agrotóxicos, conservação das reservas e combate à pobreza extrema, que desmata e caça espécies em extinção para sobreviver.

Por fim, o governador disse que já não é mais hora de discurso, mas de ação. “Temos que ter disciplina e limites”, arrematou aproveitando para informar que o Corpo de Bombeiros está adquirindo quatro caminhonetes Pick ups e cinco caminhões para reforçar as ações.

A programação do governo, via Sedam, foi destacada por várias autoridades presentes, a exemplo da vereadora Ana Negreiros, o procurador Ricardo Leite, o secretário municipal de Meio Ambiente, Edjales Benício, que representou o prefeito da Capital, Mauro Nazif; e o indígena Almir Suruí, que colocou à disposição do governo a terra indígena 7 de Setembro, em Cacoal, que realiza plano de negócios com vistas ao fortalecimento da economia estadual.

A parceria com a Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) foi outro destaque da abertura da Semana do Meio Ambiente por ter proporcionado a limpeza, pintura e poda de árvores com a utilização da mão de obra de 20 ressocializando do sistema prisional de Rondônia.

 

Fonte: DECOM/RO

Autor: Veronilda Lima


 
Publicidade